terça-feira, 12 de fevereiro de 2008

Harvey Spencer Lewis - pequena biografia


Harvey Spencer Lewis nasceu em Frenchtown, New Jersey, em 25 de novembro de 1883, às 12h38m (hora astrológica correta). Seus pais dedicavam-se, na época , ao trabalho educacional e, assim, recebeu ele boa instrução, sendo levado mais tarde para New York com seus dois irmãos. Era de origem gaulesa, descendendo da família Lewis cujo grande antepassado foi Sir Robert Lewis e cujos outros descendentes incluiam Merry-weather Lewis, da famosa expedição Lewis e Clark, e muitos outros, proeminentes na primitiva história americana. Educado nas escolas da cidade de New York, uniu-se à Igreja Metodista e foi um dos primeiros membros do bem conhecido "Templo Metropolitano"Metodista do qual o Dr. Parkes Cadman foi o primeiro clérigo e maravilhoso promotor de grande bem.

Devotando-se aos estudos científicos ingressou também no mundo da arte, como profissão, e em muitas partes da América, atualmente, há pinturas a óleo, pastel e aquarela, assim como centenas de desenhos de sua fecunda pena. Muitos destes tornaram-se nacionalmente conhecidos. Antes de 21 anos assumiu a chefia das atividades artísticas especiais do "New York Herald". Quase nessa mesma ocasião foi eleito Presidente do Instituto de Pesquisas Psíquicas de New York, e entre os muitos colaboradores eficientes em seu trabalho estavam Ella Wheeler Wilcox e "Fra" Hubbard, fundador dos Roycrofters. Estes dois colaboraram, mais tarde, na fundação da Ordem Rosacruz na América e fizeram parte do primeiro Conselho Americano da Ordem quando o Dr. Lewis foi escolhido para Supremo Mestre da América. Após muitos anos de contínuas pesquisas científicas e psíquicas, mesmo no campo da telegrafia-sem-fio (rádio) quando essa tecnologia era pouco conhecida, fez ele seu primeiro contato com o trabalho dos Rosacruzes que estabeleceram sua sede perto de Filadélfia, em 1694. Membro da Divisão Inglesa que apoiou o primeiro movimento na América, a senhora May Banks-Stacey, descendente de Oliver Cromwell e dos D'Arcys da França, colocou em suas mãos os documentos que lhe haviam sido oficialmente transmitidos pelo último dos primeiros Rosacruzes americanos, com a Jóia e o Signo de Autoridade por ela recebidos do Grande Mestre da Ordem na Índia durante o tempo em que foi Oficial do movimento naquele país.

Durante vários anos foi mantida correspondência com diferentes representantes das Jurisdições estrangeiras, até que investigação acurada pudesse ser feita para determinar o merecimento do Dr. Lewis para executar as incumbências então em seu poder. Finalmente em 1909 foi ele instruído a comparecer diante de determinados altos Oficiais da França. Visitou Toulouse, antigo centro do conclave internacional Rosacruz, e voltou daquele país em posse de maior autoridade. Esta e os documentos possuídos pela Soror Stacey foram aprensentados a uma Comissão de mais de cem cidadãos americanos, sendo lançadas as bases para o reativamento decretado do trabalho na América, ficando a Soror Stacey como Grande Matre e o Dr. Lewis como Supremo Grande Mestre. Desde aquela época muitos títulos honoríficos lhe foram conferidos por sociedades estrangeiras e americanas, academias, instituições científicas e corporações escolásticas.
Como cidadão americano havia sido citado como exemplo para condecoração honrosa com a Cruz de Honra e para Cavaleiro da Bandeira pela Associação da Bandeira dos Estados Unidos. Na Europa recebeu várias condecorações similares, inclusive a Cruz de Ouro dos Cavaleiros Templários de Jerusalém. Era Membro ou Oficial de várias sociedades educacionais européias e americanas, e havia sido admitido aos Graus mais elevados de catorze, ou mais, das mais destacadas sociedades esotéricas, místicas e filosóficas do mundo, inclusive a "Rose-Croix Kabalistique de France", "Ordem Martinista da França, Bélgica e Suíça", "Sociedade Alquímica Rose-Croix", da França, "Samaritanos Incógnitos", da Europa, "Fraternidade Bramânica", "Ritos Egípcios de Mênfis e Misraim"e outras; foi ele também um dos poucos iniciados a serem recebidos em um templo arcano de Luxor, Egito, em 1929. Foi distinguido com altas honras no Congresso Internacional da Federation Universelle des Ordres et Sociétés Initiatiques (FUDOSI) realizado em Bruxelas, Bélgica, em 1934. Foi o único Oficial Rosacruz na América do Norte a ser tão amplamente autorizado a representar os santuários antigos e esotéricos do mundo.
Sua esposa, Martha Morphier Lewis, descendente do famoso general frances Morphier, foi a primeira senhora na América a cruzar o Umbral da Ordem no novo regime, e seus quatro filhos foram instruídos no trabalho; seu filho, Ralph M. Lewis, serviu como Supremo Secretário da Ordem para as Américas do Norte e do Sul durante muitos anos.

O Dr. Lewis passou pela transição para a Grande Iniciação, em San Jose, Califórnia, às 15:15h, hora do Pacífico, na quarta-feira, 2 de agosto de 1939. Centenas de pessoas compareceram às exéquias e vários milhares de cartas, telegramas e cabogramas foram recebidos de todos os países civilizados do mundo manifestando pesar pela perda de sua presença física e personalidade, regozijando-se porém com sua final realização. De conformidade com desejo expresso em seu Último Testamento e Disposições, suas cinzas foram enterradas no Parque Rosacruz embaixo de um triângulo simbólico, na magnífica Capela Egípcia, reprodução de um templo do Egito no qual havia sido realizada uma iniciação. É agora visitada anualmente por grande número de Membros, amigos e admiradores.

INVENÇÕES

Dr. Lewis construiu inúmeros aparelhos científicos. Abaixo citaremos alguns.

Luxatone


O Luxatone ou Órgão Cromático era um aparelho que convertia sinais de áudio em cores, mostrando-os em uma tela triangular. Lewis o utilizava para demonstrar idéias místicas e filosóficas. O sinal de áudio era adicionado através do auxílio de microfones. Um livreto intitulado "The Story of Luxatone - The Master Color Organ" foi impresso e enviado aos membros da AMORC e divulgado em sua Revista.

Contador de Coincidência de Raios Cósmicos

Este instrumento foi um protótipo do contador Geiger e foi construídos em idos de 1930.

Harpa vibratória

A "Sympathetic Vibration Harp" foi construída pelo Dr. Lewis para demonstração de certos princípios de ensinamentos da AMORC no campo do estudo das vibrações.

LIVROS PUBLICADOS

Dr. Harvey Spencer Lewis deixou um extenso registro de seu pensamento. Abaixo, algumas de suas obras mais importantes:

Rosicrucian Principles for the Home and Business (março de 1929) (Princípios Rosacruzes para o Lar e os Negócios).
• Ensinamentos e lições rosacruzes sobre a filosofia aplicada no trabalho, nas metas pessoais e no Lar.


Rosicrucian Questions and Answers (Perguntas e Respostas Rosacruzes)
Um livro duplo: Na primeira parte é contado a tradicional história da Ordem Rosacruz, com locais e datas específicas; Na segunda parte é composta de perguntas e respostas comuns aos que se interessam em ingressar na Ordem como membro.

The Mystical Life of Jesus (A vida Mística de Jesus).
• Relacionado com a vida mística de Jesus; reconhecidamente influenciado pelo Evangelho Aquariano de Jesus Cristo, de Levi H. Dowling

The Secret Doctrines of Jesus (A Doutrina Secreta de Jesus)
Uma explanação dos vários símbolos, padrões e interpretações do trabalho de Jesus e seus doze Apóstolos

A Thousand Years of Yesterdays (Mil Anos Passados)
Uma obra de ficção, explanando sobre as reencarnação do homem.

Self Mastery and Fate with the Cycles of Life (Autodomínio e o Destino com os Ciclos da Vida).
Relacionado com o sistemas de ciclos da vida, similar em natureza ao bioritmo.

Rosicrucian Manual (1918, 1929 com re-impressões) (Manual Rosacruz).
Explana a estrutura da AMORC e inclui tudo que um novo membro rosacruz precisa saber.

Mansions of the Soul: The Cosmic Conception (Mansões da Alma: A Concepção Cósmica).
Sobre o Significado da vida, Morte, o Além-morte e a reencarnação.

The Symbolic Prophecy of the Great Pyramid (A Profecia Simbólica da Grande Pirâmide).
Apresenta uma interpretação da simbologia Egipcia, com velhas e novas discussões sobre o tema.

Mental Poisoning (Envenenamento Mental)
Um exame racional sobre maldições e manipulação psíquica.

1 comentários:

carlos malta disse...

É muito importante sabermos como tudo começou, a filosofia Rosa Cruz é perfeita, de alguma maneira esta história deveria ser mais divulgada.
Paz Profunda a todos.